XXIIIEBCF

o feminino

infamiliar

dizer o indizível

ORGANIZAÇÃO

ACOLHIMENTO

Comissão Acolhimento Novo Formato

Antes de sermos atingidos pela contingência provocada pela pandemia, estávamos nos preparando para receber os colegas do Campo Freudiano Brasileiro em Salvador. Foi preciso reinventar o formato do XXIII Encontro e nós, da comissão de acolhimento, nos vimos diante do dilema de como ressignificar o termo acolher ao mundo virtual. As telas de computadores, tablets e celulares se tornaram o meio pelo qual nos conectamos com o mundo, neste momento em que o distanciamento social se faz necessário por uma questão de saúde publica. As atividades de transmissão da psicanálise presenciais deram lugar a atividades intermediadas pela telas dos computadores, tablets e celulares. Com o Encontro terá que ser da mesma forma e desta vez, teremos que abrir mão dos reencontros, abraços e celebrações. O que fazer com a falta do encontro dos corpos? Inventar!

Ainda não sabemos exatamente o que sairá das cabeças criativas dos componentes da nossa comissão. Certamente não será igual ao encontro presencial, mas podemos contar com o trabalho e desejo decidido para tornar a participação de cada um efetiva. Contem conosco! Axé!

Ana Stela Sande e Cleide Pereira Monteiro (Coordenadoras)